Fanpage Climbing.com.br



Filme Free Solo (2018) - Sobre o filme, escalada solo e a escalada solo do El Capitan pelo Alex Honnold (com o croqui da via Free Rider)

Filme Free Solo (2018) - Sobre o filme, escalada solo e a escalada solo do El Capitan pelo Alex Honnold (com o croqui da via Free Rider)

Antes de tudo, não se mate querendo fazer alguma escalada solo! Se quiser praticar escalada, eu recomendo e muito, mas também recomendo começar com um curso de escalada. Qualquer dúvida entre em contato!

Com o lançamento do filme Free Solo, onde Alex Honnold escala sem cordas de proteção o El Capitan, no Parque Nacional Yosemite, resolvi escrever esse texto pensando mais nos "não escaladores" ou "pretensos escaladores" que nas pessoas que já praticam a atividade, mesmo achando que é uma leitura interessante para todos (onde falo sobre o feito em si e o que penso sobre - desculpe, essa não é uma página com o link para download do filme nem link magnético do torrent, mas procure que você acha). ;-)

Sendo assim, acabei dividindo o texto em duas partes: sobre escalada e sobre o filme, sendo que a ênfase maior é na escalada em si (obviamente!). E se gostar da minha visão não deixe de divulgar o link desta página (www.climbing.com.br/free-solo-2018) para seus amigos e nas redes sociais. Hoje em dia a ajuda que as pessoas podem dar compartilhando um simples link em suas redes sociais é algo real e faz diferença, então agradeço a colaboração! ;-)

Mas vamos ao texto e as minhas considerações/explicações!

Sobre escalada

A primeira coisa que quero falar é: escalada é SIM uma atividade de risco, assim como saltar de paraquedas, fazer mergulho, fazer uma trilha em montanha, sair para pedalar, dirigir ou até andar em um shopping center. O que os difere é o nível de risco envolvido e como - com conhecimento, técnica, experiência, equipamentos adequados etc. etc. etc. - este risco pode ser minimizado (mas nunca eliminado totalmente, até porque existem fatores alheios a você: p.ex. imagine estar em um shopping em um dia de chuva, aquele dia péssimo para fazer qualquer atividade outdoor, e escorregar no chão molhado por guarda-chuvas perto de uma escada e quebrar o pescoço - sim, é exagerado, mas pode acontecer!).

Agora sobre a escalada solo (que é diferente da escalada em solitário, onde o escalador escala sozinho mas com sistema de autossegurança), acho que ela pode entrar no patamar de mais alto de risco entre qualquer atividade esportiva que eu conheça (se você acha que tem alguma acima, me fale).

Trailer do filme

Pensando pelo lado do escalador, em uma escalada solo ele não pode cometer erros. Pegar uma agarra errada, errar uma troca de pé, ficar com os dedos cansados etc. todos esses são acontecimentos corriqueiros em uma escalada "normal", mas que na escalada solo pode te matar.

Além disso, entra um outro fator que pesa mais do que a condição física: a psicológica. Quem já escala (por mais que muitos tentem negar) sabe que é diferente você fazer um movimento na parede quando, em caso de erro, sua queda pode ser de 1 metro e dar uma raladinha no joelho e de quando sua queda pode ser de 10 metros e quebrar sua perna (para quem não escala é só pensar na diferença entre se equilibrar em uma guia na calçada, a 15 cm do chão, e se equilibrar em um muro com a mesma largura, mas a 3 metros do chão). Agora extrapole isso para: "errou-morreu".

Aí muita gente pode pensar: "mas ok, tenho preparo físico, tenho boa técnica, vou escalar uma via com graduação bem fácil e estou com o psicológico bem para isso". Tudo bem, é o que todo escalador solo pensa (assumo que já fiz umas "escaladinhas" solo, graduação bem simples, mas que se tivesse acontecido algum engano não estaria aqui escrevendo - vídeo abaixo), mas existem fatores além de você. Imagine uma agarra quebrar (e sim, agarras quebram), imagine a sapatilha escorregar porque a temperatura/umidade do dia não estavam tão ideais (e sim, sapatilhas escorregam), imagine uma pedra se soltar da parede e te acertar (e sim, pedras caem sozinhas), imagine você passar perto de um ninho e o pássaro te atacar ou só de dar um rasante do seu lado você assustar (e sim, pássaros fazem isso). Eu podia continuar listando dezenas (ou centenas?) de coisas que podem acontecer e não dependem de você. E na escalada solo, dependendo do que acontecesse, seria seu fim.

Escalada solo em Pedra Bela - SP (15/jun/2006)
Não seja ESTÚPIDO como o escalador deste vídeo, há mais de uma década atrás! :-P

Então, como escalador e, principalmente, como professor de escalada: não seja estúpido em fazer isso porque você viu o filme e acha que "vai ser legal"!

Sobre as razões do Alex Honnold fazer, as razões são dele. Sobre o risco dele fazer (se você escala e entende croquis de escalada, no final do texto tem o croqui da via que ele escalou - se você ainda não entende, só digo uma coisa: a via é MUITO difícil), ele é um escalador absurdamente experiente, absurdamente forte, com um controle mental muito acima da média e ele está calculando seus riscos. Se ele pode morrer fazendo isso de um dia para o outro? Óbvio! Costumo falar que muitos escaladores vão empurrando os limites da escalada para longe e com isso escrevem novos parágrafos ou páginas na história da escalada - com as escaladas solo que o Alex fez, ele escreveu alguns novos livros na história da escalada. Mas também, nada impede dele ter escalado o El Capitan em solo e cometer um erro (ou algo alheio a ele acontecer) em uma escalada "simples e recreativa" e termos (mais uma) notícia de um grande escalador que morreu - o próprio filme comenta sobre vários escaladores que morreram atualmente e a lista é maior ainda.

Quer escalar? Escale! Eu recomendo muito! Pratico o esporte há quase 20 anos e não me vejo "não escalando" na minha vida. Mas faça um curso de escalada (e nem precisa ser exclusivamente o meu, apesar de eu recomendá-lo ;-) existem outros professores bem capacitados que oferecem bons cursos), mas também muito cuidado com picaretas! Já existem muitos no mercado oferecendo serviços que nem deviam ser chamados de curso e muito menos com conhecimento e segurança mínimos esperados (lembre-se que em um curso você não escalará 1000 metros de parede, mas mesmo que esteja a 10 metros do chão os riscos são altos). Esse é um tipo de curso que não recomendo escolher pelo mais barato. E se quer apenas experimentar a escalada, também tem pessoas que oferecem essa vivência, mas muito cuidado com quem escolhe também! No local onde dou as aulas práticas do meu curso de escalada já soube de dois "acidentes" (felizmente não fatais e um deles muito recente) com "instrutores", e ambos pelo mesmo erro banal que poderia ser evitado com uma prática simples e óbvia que ensino no meu curso básico: dê um nó na ponta da corda ao rapelar.

Nisso entra até outra coisa: quando eu estou escalando "sozinho" (leia-se: não com aluno), eu posso "me colocar em risco assumido" em uma situação por algum motivo (ganho de tempo, praticidade, preguiça ou o que for), mas não quando estou com meus alunos.

Feito o curso pratique, evolua, se desafie, mas (de preferência) continue vivo. Em nenhum curso eu incentivo a escalada solo (isso é o tipo de coisa que não se incentiva, seria como incentivar que o outro brincasse de roleta-russa). Inclusive, não acredito que exista um bom escalador solo que tenha começado por incentivo alheio, cada um tem seus motivos e não estou aqui para julgar (o motivo de cada um é realmente de cada um e acho que todos devem ter liberdade em suas escolhas), mas minha ideia para escrever esse texto é não incentivar, o que pode acontecer, como efeito colateral, com o grande alcance desse filme, com as escalada esportiva estar entrando nas olimpíadas 2020 em Toquio e com essa onda de pessoas "ultrapassando limites para postar selfies em redes sociais".

Outras escaladas solo marcantes são comentadas neste link da redbull: 10 escaladas sem proteção mais épicas da História.

Sobre o filme

Atualização 25/fev: O Free Solo ganhou o Oscar 2019 na categoria documentário longa-metragem.

Além do feito da escalada em si, esse filme também deu uma "empurrada" nos limites do cinema. Qualquer pessoa que já escalou uma via longa, ao ver o filme deve ter pensado: "que trabalho colocar alguém ali para filmar!". E mais que isso: pense que o "alguém ali" poderia cometer algum erro e fazer o filme ter um final catastrófico. Ou até uma coisa mais sutil ainda, que foi pensada e mostrada no filme: alguém ali poderia afetar a concentração do Alex e isso seria perigoso. E mais ainda, algumas cenas foram filmadas em 360º, o que (pelo menos para mim) é novidade, como pode ser visto no vídeo incorporado abaixo.

Free Solo 360

Poderia continuar falando do filme, que realmente gostei e espero que saia em bluray por aqui - sou do tipo que ainda compra CDs, DVDs, Blurays e, de vez em quando, até downloads digitais - e recomendo assistir, seja você escalador ou não (e não vou falar nada se for em um cinema nos EUA, online ou baixando o arquivo ripado em algum site ou via torrent, a ideia aqui não é ser puritano - até porque já assisti e ele não saiu aqui, né?). Se você escala duvido que não fique com as mãos suadas em muitas cenas (uma boa ideia seria assistir com o saquinho de magnésio ao lado) ;-)

No IMDB tem mais infos sobre o filme e gostei bastante do review do site cinema com rapadura, vale a leitura!

E finalizando esse longo texto (me empolguei ao escrever): não seja estúpido de fazer uma escalada solo para aparecer. Você não vai ficar famoso como o Alex Honnold (se quer ficar famoso existem outros meios além da escalada, não acho que esse seja um "bom motivo" para começar a escalar, tente se inscrever no próximo BBB...) e o máximo de notícia que você pode conseguir é uma nas páginas de obituário de algum jornal ou algum site (isso eles gostam de fazer e tem muitos) com alguma matéria sensacionalista falando sobre os "escaladores suicidas e suas buscas pela morte".

Curso de Escalada em Rocha: como funciona a aula prática

E relembrando: quando decidir fazer um curso de escalada pesquise sobre o que é ensinado, há quanto tempo está no mercado, busque recomendações e o currículo do professor.

E conheça também meu site pessoal onde, além de mais infos sobre mim, tem mais do que "apenas" escalada: www.tacio.com.br.

E se gostou não deixe de divulgar o link desta página (www.climbing.com.br/free-solo-2018) para seus amigos e nas redes sociais. Agradeço a colaboração! ;-)

Tacio Philip
Escalador, professor e fundador do site climbing.com.br
18/fev/2019

* Bonus para quem escala

Fique mais impressionado ainda com o feito olhando o croqui da via! Olhe a graduação das enfiadas! (Só como observação inútil: ele solou uma via de 1000 metros com graduação que eu nunca consegui escalar!).

Clique na imagem para ampliar



Copyright 2011/2019 - Tacio Philip
Proibida a cópia total ou parcial de qualquer material deste site (fotografias, ilustrações, textos, vídeos etc.) sem a autorização por escrito do autor e citação da fonte.